Contas de Água e Energia Devem ser Guardadas por Quanto Tempo?

Saiba por quanto tempo você deve guardar suas contas de água e energia elétrica

Artigo publicado por Marcelo Costa nas categorias: Documentos Pessoa Física

Todo mês a grande maioria das pessoas recebem nas suas casas um pedaço de papel com a sua conta da água e outro pedaço de papel com a sua conta de energia elétrica. Hoje em dia existem outras opções, como receber as contas por e-mail ou ainda colocar as despesas fixas no débito automático para que a pessoa simplesmente tenha o valor do mês descontado do seu saldo na conta corrente.

Mas a grande maioria das pessoas no Brasil ainda recebem as contas impressas. O problema é que as contas de água e luz soma-se uma série de outras contas que as pessoas recebem todos os meses. E a quantidade de papel vai se acumulando. No início a maioria das pessoas até conseguem começar a guardar tudo isso em uma pastinha, mas com o passar do tempo a pasta vai lotando, outros locais vão sendo ocupados com contas e rapidamente tudo se torna uma bagunça.

Quando a quantidade de papeis começa a se acumular em grande quantidade, muitas pessoas acabam tomando uma atitude que nunca é correta: resolvem jogar tudo fora! O problema é que nestes papeis estão os comprovantes de pagamentos, e caso as empresas fornecedoras aleguem que o consumidor não pagou alguma destas contas, ele simplesmente não vai conseguir comprovar que está tudo em dia.

conta de água

Prazos legais e outros recursos

De acordo com a atual legislação brasileira, as empresas possuem um prazo legal para cobrar qualquer dívida que seja. No caso dos serviços essenciais, como água, luz e também entra nesta categoria as contas de telefone, este prazo é de cinco anos. Portanto, este é o prazo máximo que a pessoa precisa guardar as contas de água e luz.

Mas atenção: a conta sempre é feita contando cinco anos de trás para frente a partir do mês vigente. O ideal então é todo o final de ano jogar as contas fora que não estão mais enquadrada dentro deste prazo de cinco anos.

Um instrumento que foi criado pelo governo federal há alguns anos é a Quitação de Débitos. Trata-se de um documento enviado anualmente pelas empresas que prestam serviço aos seus clientes e atestam que todas as contas do ano anterior foram quitadas. Com este documento os clientes podem jogar fora as contas do ano anterior.

Mas neste caso também é necessário chamar atenção para um ponto muito importante. A maioria dos instrumentos de quitação de débitos não possuem informações de consumo. E estas informações acabam sendo importantes em alguns casos, quando a pessoa precisa fazer o cálculo de uma média de consumo para questionar uma cona que chegou muito mais alta do que as outras, por exemplo.

Como esta média geralmente é feita com leituras que variam de três a seis meses, o ideal é manter estas contas pagas do ano anterior e depois guardar apenas os documentos que comprovam a quitação de débitos do ano anterior.

Comente!




*Campos obrigatórios