Como se Inscrever no Bolsa-Família

Saiba como se cadastrar no programa "Bolsa-Família" do governo federal

Artigo publicado por Marcelo Costa nas categorias: Documentos Pessoa Física

O Bolsa- Família é um dos mais bem sucedidos programas sociais do governo federal que como principal objetivo transferir rendas para as pessoas mais carentes, tentando assim eliminar a faixa de miséria onde as pessoas não ganham nem o suficiente para conseguir se alimentar no dia a dia.

O governo federal, através de um repasse mensal, garante assim que as famílias que não possuem outras rendas ou que ganhem muito pouco tenha uma ajuda de custos. Mas para conseguir este dinheiro existe uma série de exigências que devem ser cumpridas pelas famílias não apenas no momento que elas se inscrevem, mas também ao longo dos meses que ela está recebendo este dinheiro.

bolsa-família

Antes de entender quais são os procedimentos solicitados para que a pessoa passe a fazer parte do programa social, é importante entender quem tem direito.

Quem pode receber o bolsa família

Para obter o direito de receber o bolsa família, todas as pessoas que moram na mesma casa devem receber até R$ 70 por pessoa, considerando inclusive as crianças.

Também entram no cálculo famílias que tenham uma renda por pessoa entre R$ 70,01 (setenta reais e um centavo) a R$ 140,00 (cento e quarenta reais) desde que tenham mulheres grávidas, crianças até os 12 anos de idade e adolescentes até os 15 anos.

Estes rendimentos deverão ser comprovados no momento da inscrição, e para que as famílias continuem recebendo o dinheiro será necessário fazer atualizações periódicas onde as pessoas terão que comprovar que continuam se encaixando dentro do programa.

Como se cadastrar

Para fazer o cadastro em nome da família é possível fazer em nome de uma única pessoa. Esta pessoa precisa fazer o Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal, que vai permitir que as pessoas tenham também outros benefícios em outros programa sociais que possam ser encaixadas.

Para conseguir fazer o cadastro, será necessário que as pessoas se dirijam até a prefeitura da sua cidade, ou em algum posto de atendimento que tenha sido colocado pela prefeitura, para que as pessoas possam efetivamente fazer o cadastro. Em alguns casos a prefeitura estipula uma agenda e escalonamento de inscrições por pessoa ou por comunidades. Estas informações precisam ser obtidas diretamente junto a prefeitura da cidade onde a pessoa reside.

Documentos necessários

Para realizar a inscrição, no momento que as pessoas se dirigem até este posto de atendimento, deverão com alguns documentos em mãos. A pessoa que será colocada como responsável da família deve levar o CPF ou a carteira de identidade ou ainda o título de eleitor.

As demais pessoas que fazem parte da família deverão apresentar qualquer documento de identificação, sendo que são aceitas carteira de identidade, título de eleitor, certidão de nascimento, certidão de casamento ou nascimento ou ainda carteira de trabalho.

valores

Vale ressaltar que apenas a apresentação destes documentos não inserem as pessoas imediatamente no bolsa família. Elas precisam passar por um processo seletivo realizado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Comente!




*Campos obrigatórios