Como Ler Extrato Bancário

Tire suas dúvidas na hora de ler o extrato bancário

Artigo publicado por Marcelo Costa nas categorias: Documentos Pessoa Física

O extrato bancário nada mais é do que um documento fiscal considerado mais importante para controlar as movimentações existentes que você realizou durante um período determinado em um banco. Este é um detalhamento minucioso de todas as saídas e entradas de valores de sua conta corrente ou conta poupança de cada um dos correntistas. Com isto é através deste extrato que clientes dos bancos poderão gerenciar todos os seus recursos e ainda analisar a presença de possíveis débitos que ocorreram de forma indevida.

transação bancária

O que o Banco Central identifica como o extrato bancário?

Conforme as legislações existentes do Banco Central, esta autarquia que é ligada diretamente ao estado e que compõe todo o Sistema Financeiro Nacional, o extrato possui dentre estas e outras atribuições fiscalizar toda a atuação existente de instituições financeiras. Vale citar que os bancos tem uma real obrigação de fornecerem um extrato por mês aos seus clientes sem nenhum tipo de custos pelo oferecimento deste serviço, o que poderá evidenciar uma grande importância deste tipo de ferramenta de controle de saúde financeira para todos os clientes. Apesar disto será que você sabe interpretar corretamente os registros impressos do extrato? Conheça a seguir algumas abreviações e saiba o que elas significam.

O que levar em conta na hora de fazer a leitura do extrato bancário?

Para começar os espaços existentes nestes comprovantes são bastante limitados, e o que faz com que instituições coloquem abreviações nos documentos. Cada um dos bancos tem uma forma própria de lançar seus valores, além disto, existem padronizações que precisam ser entendidas para todos os usuários de todos os lugares.

Uma das nomenclaturas que devem ser levadas em conta é o C de crédito e o D de débito, ou seja, valores que foram creditados ou ainda descontados de sua conta. É importante ter toda a consciência destas indicações para saber os juros que poderão multiplicar seu saldo negativo.

Em cada uma das linhas você irá encontrar no lado esquerdo as datas de ocorrência e no centro a descrição de toda a sua movimentação, em seguida você terá todos os valores com a nomenclatura de C ou D.

Sobre outras nomenclaturas

Vale citar também que existem outras nomenclaturas como, por exemplo, o CCF que nada mais é do que Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos, e também Cheques Prescritos, ou seja, algum tipo de cheque que é apresentado depois de um prazo de prescrição que ocorre em torno de seis meses depois do prazo de apresentação.

extrato de banco

Outro detalhe que deve ser citado e que é bastante importante é os bancos oferecerem no final deste documento os dois saldos. É fundamental se ter atenção neste sentido, pois a grande parte deles vem destacada englobando o limite da conta acrescido de limite de cheque especial, este que tem mais de 100% de juros ao ano. Por isso procure ter todo o cuidado com a leitura de seus extratos determinados para que não prejudique severamente a sua saúde financeira e tudo o que pode deixar ela saudável.

Comente!




*Campos obrigatórios